sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Dois lindos poemas de Mário Quintana

 

Amor é síntese

Por favor, não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu.
Se ninguém resiste a uma análise profunda,
Quanto mais eu...

Ciumento, exigente, inseguro, carente
Todo cheio de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor.

Amor é síntese
É uma integração de dados
Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços
E eu serei o perfeito amor. 

(Mário Quintana)

[Quem Sabe um Dia]

Quem Sabe um Dia

Quem sabe um dia
Quem sabe um seremos
Quem sabe um viveremos
Quem sabe um morreremos!

Quem é que

Quem é macho
Quem é fêmea
Quem é humano, apenas!

Sabe amar

Sabe de mim e de si
Sabe de nós
Sabe ser um!

Um dia

Um mês
Um ano
Um(a) vida!

Sentir primeiro, pensar depois

Perdoar primeiro, julgar depois
Amar primeiro, educar depois
Esquecer primeiro, aprender depois

Libertar primeiro, ensinar depois

Alimentar primeiro, cantar depois

Possuir primeiro, contemplar depois

Agir primeiro, julgar depois

Navegar primeiro, aportar depois

Viver primeiro, morrer depois

(Mário Quintana)

domingo, 18 de setembro de 2011

Adoro



Adoro

Adoro o seu olhar,
Seu brilho nos olhos
E a paz que ele transmite.

Adoro o seu jeito criança,
Seu sorriso ingênuo
E a alegria que ele irradia.

Adoro seu pensamento otimista,
Seu coração cheio de esperança
E seu espírito aventureiro.

Adoro seu jeito dengoso,
As vezes travesso,
Que me enche de mimos.

Adoro a paixão estampada em seu rosto.
Seu ar malicioso,
que demonstra seu desejo.

Adoro sua forma de amar,
Seu carinho sem igual
E sua entrega total.

Gismeire Hamann Andrade  maio/2011

Para alguém especial em minha vida!




Amor

Hoje resolvi falar de amor, do teu amor!
Amor que me mostrou o caminho
Que penetrou em meu coração
Amor que tocou minha alma
E me fez acreditar no amor verdadeiro.

Hoje resolvi falar de amor, do meu amor!
Amor que brotou e cresceu
E aos poucos foi tomando conta de mim.
Amor sincero e puro
Que se doa por inteiro.

Hoje resolvi falar de amor, do nosso amor!
Amor que dominou nossos corpos
E despertou nossos desejos.
Amor que nos inunda de paz e gozo
E nos faz buscar um sonho comum.

Hoje também quero agradecer.
Agradecer à Deus, que cruzou nossos caminhos;
E me deu você de presente!
Agradecer à você que me conhece de verdade
E soube esperar pelo meu amor.

Gismeire Hamann Andrade   junho/2011

La amistad



La amistad

Solidariedad y ternura.
Fuente de cariño.
Principio del amor verdadero.
A veces trae nostalgia.

Incondicional.
Imortal.
Sin igual.

Hace bien al cuerpo y el alma.
Perfuma la vida.
Colora los sueños.
Saca los miedos.

Acalma.
Acpazigua.
Acalenta.

Diamante de fina lapidación.
Joya poco común.
Un bien precioso.
Tesoro muy valioso

Gismeire Hamann Andrade agosto/2011

El tiempo


El tiempo

El tiempo todo acalma, todo acalenta
Hace curar las heridas del alma.
Y de el cuerpo.
Alimenta el amor verdadero.

El tiempo nos hace tener paciencia.
Conocer las personas y a nosotros
Hacenos crescer como ser humano.
Y cambia nuestros pensamientos.

El tiempo puede ser tu prisión
o tu libertación.
Un mar de lamentación
o una oportunidad de redención.

El tiempo pasa y la vida también.
No desperdice el tiempo que tienes
valorize y aproveche la vida
La vida es una oportunidad única.

 
(Gismeire Hamann Andrade)

Por causa de você!

Por Causa De Você!

A lua se faz esquecida...
O mar vem beijar a areia,
Ah! Minha vida...
Enredada em sua teia.

A seiva sua me salva,
Em seu abraço contido,
A minha alma é alva,
Em seu peito fendido.

Somos a porta e a janela,
Entramos quando queremos,
Somos o fogo e a vela,
Nos damos tudo o que temos.

Você é todo o jardim,
E a cerca que a contorna,
O nosso amor é sem fim,
Pode ir! Mas retorna.

Nosso porto é seguro,
O mar é nosso caminho,
Nossa vida não tem muro,
Todo lugar é nosso ninho.

Santaroza

sexta-feira, 18 de março de 2011

Instante




Por um instante quase desisti de tudo, me escondi.
Desacreditei da sinceridade, da paixão e do amor.
Num instante, você apareceu, chegou e permaneceu.

Por um instante tentei fugir, sumir.
Quase coloquei tudo a perder.
Num instante tive medo, receio, faltou coragem...

Num instante o vazio que me preenchia desapareceu
Pensei, revi conceitos, fiz planos.
E por um instante imagino você ao meu lado, cúmplice, companheiro...

Num instante você me fez sentir-se querida, importante, amada.
Me entreguei ao sonho, ao desejo.
E num instante fecho os olhos e te sinto aqui, perto, juntinho.

Mas por um instante apenas, não quero ter você.
A não ser que este instante dure a vida inteira!

Gismeire março/2011